AIDS – Aumenta o número de idosos infectados pela doença

AIDS – Aumenta o número de idosos infectados pela doença

Desde a última década, o número cresceu para 26% em São Paulo

Uma pesquisa da Secretaria Estadual de Saúde aponta que os novos casos de Aids entre jovens adultos caiu 35% em uma década, enquanto a incidência entre idosos aumentou em 26% no mesmo período.

O boletim de dados do Centro de Referência e Treinamento (CRT) DST/ Aids, órgão vinculado à secretaria, aponta que em 2001 foram registrados 253 novos casos em pessoa acima de 60 anos contra 318 em 2011. Já as pessoas com idade de 15 a 39 anos, em 2011 foram 6.669 novos casos, contra 4.338 em 2011.

A médica do CRT DST/ Aids, Carmen Silvia Bruniera Domingues, em depoimento, afirma que a principal categoria de exposição ao vírus na terceira idade é a heterossexual. A doutora também salienta que, até 2007, a proporção de infecção era de dois homens para uma mulher. Após 2008, tornou-se um homem para uma mulher infectada pela doença.

“Estudos apontam que o diagnóstico tardio pode acontecer por puro preconceito social em relação ao sexo, com demonstração de vergonha por parte do individuo infectado”, alerta Carmen Silvia, que também ressalta as mudanças comportamentais para explicar o avanço dessa doença entre idosos, como o aumento de atividades sexuais em faixa etárias mais elevadas, o que aumentaria à exposição das pessoas às doenças sexualmente transmissíveis.

 

PREVENÇÃO

São muito simples os cuidados para se prevenir contra à Aids. O Ministério da Saúde orienta que as pessoas devem usar camisinha em todas as relações sexuais e o uso de seringa descartáveis, sem compartilhar com outras pessoas no caso de exames, tratamentos, piercings e tatuagens. Para evitar que a doença passe de mãe para filho, todas as gestantes devem começar o pré-natal o mais cedo possível e fazer o teste da Aids.

Outro cuidado importante é com as doenças sexualmente transmissíveis, as DST. Elas podem trazer sérios problemas de saúde e aumentam em até 18 vezes a chance de contrair o HIV, como é chamado o vírus da Aids. A prevenção das DST é da mesma forma que a da Aids.

Deixe um comentário

*