Alimentos que fazem bem à saúde

Alimentos que fazem bem à saúde

Segue até hoje, domingo, dia 20, o IV Festival de Gastronomia Orgânica de SP. A proposta é apresentar as inovações do setor da alimentação e gastronomia bem como propor hábitos mais saudáveis à população paulista.

O festival conta, também, com a participação da Korin Agropecuária, com toda a sua linha de frutas, legumes, verduras, bem como grãos, macarrão orgânico, mel, café e extrato de própolis entre as novidades.

“É crescente o consumo dos nossos produtos orgânicos da linha de frutas, legumes e verduras, de grãos e de toda mercearia. Estamos desenvolvendo também nessa linha produtos orgânicos com praticidade ao consumidor. De acordo com a última ampla pesquisa realizada para o setor e pela Organic Services, em 2010, entre as tendências de consumo do setor e os itens mais procurados, estão as frutas em primeiro lugar, as verduras e legumes em segundo, os cereais básicos em terceiro”, destaca Reginaldo Morikawa, diretor geral da Korin Agropecuária.

MOTIVOS PARA CONSUMIR ORGÂNICOS
Itens destacados pelos organizadores do festival: alimentos mais nutritivos e saborosos com solos balanceados e fertilizados com adubos naturais que produzem alimentos mais nutritivos. A comida fica mais saborosa, conservando as propriedades naturais dos alimentos, como vitaminas, sais minerais, carboidratos e proteínas. Garantia na saúde física: eles mostram que muitos dos pesticidas utilizados no Brasil estão proibidos em vários países, devido às consequências provocadas à saúde humana.

Proteção às futuras gerações, onde as crianças são os alvos mais vulneráveis da agricultura com agrotóxicos.  “Quando uma criança completa um ano de idade, já recebeu a dose máxima aceitável para uma vida inteira, de agrotóxicos que provocam câncer”, diz relatório recente do Environmental Working Group (Grupo de Trabalho Ambiental). A agricultura orgânica, além disso, tem a grande tarefa de legar às futuras gerações um planeta reconstruído. Amparo ao pequeno produtor, com o trabalho rural preservado, tanto quanto a qualidade dos alimentos.

Solos férteis e água pura, pois os agrotóxicos utilizados nas plantações atravessam o solo, alcançam os lençóis d´água e poluem rios e lagos. A agricultura orgânica preserva a biodiversidade, pois a perda das espécies é um dos principais problemas ambientais. Preserva também as sementes por muitos anos e impede o desaparecimento de numerosas espécies, incentivando as culturas mistas e fortalecendo o ecossistema. Reduz o aquecimento global e economiza energia, pois o solo tratado com substâncias químicas libera uma quantidade enorme de gás carbônico.

E, entre os últimos motivos para se consumir orgânicos, o IV Festival de Gastronomia Orgânica de São Paulo elegeu o custo social e ambiental, a cidade e responsabilidade social.

SERVIÇO
Fonte de Consulta e site do evento. Informações pelo telefone 2619-7832. E-mail: contato@festgastronomiaorganica.com.br. Localização: Parque da Água Branca: Avenida Francisco Matarazzo, 455, Perdizes.

Deixe um comentário

*