Asfalto Novo:  Celso Garcia não está na lista

Asfalto Novo: Celso Garcia não está na lista

No dia 8 de abril, durante a ação Cidade Linda na Praça José Moreno, no Tatuapé, o prefeito João Doria se rendeu ao grande número de reclamações quanto à precariedade da Avenida Celso Garcia.

“Uma das demandas formuladas aqui, pela comunidade, tanto pelas pessoas que vivem ou utilizam a Celso Garcia, é do reasfaltamento desta avenida. Ela já foi colocada nas nossas prioridades para o recape. A avenida não está bem. Tem buracos, tem ondulações demais”, anunciou.

Indagado na ocasião por esta reportagem sobre as péssimas condições do asfalto em todo o bairro do Tatuapé, Doria disse que este era um problema que atingia toda a cidade e antecipou o anúncio de uma nova ação.

“Nós vamos lançar o programa Asfalto Novo, muito em breve, indicando quais são as áreas, o volume, que tipo de asfalto, quem vai nos ajudar, qual é a parte que o setor privado está ajudando, a parte do governo federal, qual é a parte do fundo de multas. Provavelmente antes do fim de abril já estaremos lançando e apresentando este programa, indicando quais são as áreas de novo asfaltamento na cidade de São Paulo.”

SEM A INCLUSÃO

O lançamento oficial do serviço ocorreu na última quarta-feira, dia 26 de abril, mas não traz a Avenida Celso Garcia nesta primeira divulgação. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais, mas até o fechamento desta edição nenhuma resposta foi encaminhada.

Talvez isso tenha ocorrido porque a avenida consta na programação das ações de tapa-buraco, que neste endereço teve a data limite para acontecer até o dia 27 de abril.

De início a ação Asfalto Novo realizará a renovação de cerca de 23 vias em nove prefeituras regionais, o que não inclui a Prefeitura Regional Mooca, em parceria com a iniciativa privada e concessionárias. De acordo ainda com a Prefeitura, no segundo semestre o programa será expandido com R$ 210 milhões vindos do fundo de multas.

TRABALHOS

Os serviços serão executados a partir de maio. O projeto, coordenado pela Secretaria Municipal de Prefeituras Regionais, conta com o apoio de 27 empresas, que vão investir aproximadamente R$ 20 milhões na execução das obras, fornecendo caminhões para o transporte dos materiais e da massa asfáltica, mão de obra técnica, logística, acompanhamento físico, além da doação de asfalto, pedra, transporte e maquinário, entre outros.

Na programação divulgada estão serviços de recape em vias como a Rua Doutor José Gravonski (Jardim Robru), Rua Guaraitá (Vila Curuçá) e Rua Manuel Alvares Pimentel (Itaim Paulista). Eles seguem até setembro. Segundo os critérios para a escolha estão, além de comportar um grande fluxo de pessoas e veículos, uma  avaliação das prefeituras regionais.

As nove que receberão os recapeamentos são: Guaianases, Itaim Paulista, Jaçanã/Tremembé, Pinheiros, Pirituba/Jaraguá, Santana, Santo Amaro, Sé e Vila Maria/Vila Guilherme.

Deixe um comentário

*