Bares – Capitão irá direcionar ações no Tatuapé

Bares – Capitão irá direcionar ações no Tatuapé

O Conseg Tatuapé se reuniu na última segunda-feira, dia 21, no Colégio Amorim. Na oportunidade, o comandante da 1ª Cia. do 8º Batalhão da PM, capitão Felipe Lima Simões, afirmou que os crimes de furtos tiveram um pequeno crescimento em julho. Para agosto, ele ressaltou acreditar numa tendência de controle dos índices. Segundo o capitão, a região está entre as que mais recebe novos empreendimentos e isto resulta em um aumento de público flutuante e, consequentemente, na probabilidade de elevação de atos criminosos.

Dentre os estabelecimentos que exigem a presença da PM estão alguns bares. Na Rua Emília Marengo, algumas ações da polícia, em conjunto com um processo no Ministério Público e a fiscalização da Prefeitura Regional Mooca, resultaram no fechamento de comércios, porém, moradores ainda buscam um acordo mais justo com os empresários.

Já na Rua Acuruí, vizinhos a um bar estão lutando para serem respeitados pelos frequentadores. No fim de semana anterior, policiais militares e agentes da CET estiveram no endereço, na altura do número 166, após receberem denúncias de veículos estacionados em frente a vagas de garagem e sobre calçadas. Conforme o capitão Lima, no local haviam motoristas descumprindo regras de trânsito e provocando barulho com o som dos carros. Ele disse, ainda, que só foi possível flagrar a situação após passar pelo local às 21 horas e depois durante a madrugada.

Vizinhos informaram que o movimento do bar aumenta quando os shows são divulgados nas redes sociais. Eles ressaltaram que boa parte dos frequentadores são de regiões como São Mateus, Cidade Tiradentes, Guarulhos, além do Tatuapé. Condôminos de prédios próximos relataram que, depois da uma hora, quando o estabelecimento está fechando, motoristas seguem para uma área de estacionamento, na mesma rua, ligam o som, e ficam até as quatro horas.

A partir de mais estas denúncias, o comandante da 1ª Cia. declarou que irá traçar um plano de ação com seus policiais e irá direcionar mais equipes para o local. Além disso, a Prefeitura Regional Aricanduva/Formosa/Carrão será convidada a se posicionar a respeito do problema.

Deixe um comentário

*