Câncer de Mama – A prevenção ainda é o melhor remédio

Câncer de Mama – A prevenção ainda é o melhor remédio

No último dia 10, cerca de 600 mulheres foram atendidas durante a quinta edição da “Campanha de Prevenção do Câncer de Mama”. Realizada pelo Hospital Santa Marcelina, em Itaquera, a ação teve como endereço o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) e contou com a realização de exames de mamografia.

“Estamos muito satisfeitos até o momento com o resultado da campanha. Com relação ao ano passado, notamos uma procura maior pelo atendimento e não diagnosticamos nenhum tumor em estágio avançado durante o exame físico. Na edição anterior foram cinco casos”, observou a coordenadora do centro de mastologia do hospital e também organizadora da campanha, a dra. Grasiela Benini dos Santos Cardoso.

De acordo com a especialista ainda, o objetivo da ação foi a prevenção. “Com os atendimentos realizados já percebemos que as mulheres estão mais conscientes. Agora vamos esperar pelos resultados dos exames para sabermos se teremos, ou não, casos positivos. Como não detectamos nenhum nódulo no exame físico, avaliamos que, caso comprovado o diagnóstico, o câncer esteja em estágio inicial, algo muito importante para o sucesso do tratamento e recuperação da paciente”, avaliou.

As mulheres que apresentarem alteração no exame realizado no dia da ação serão encaminhadas para profissionais especializados e receberão o acompanhamento durante todo o tratamento.

HÁBITOS SAUDÁVEIS
Além das consultas e exames os participantes assistiram a palestras, receberam orientações nutricionais e fizeram fisioterapia. Hábitos saudáveis, como praticar atividades físicas regularmente e ter uma dieta balanceada, também são importantes para a manutenção da saúde.
Para completar, a mastologista Grasiela alertou sobre a necessidade da realização da mamografia anualmente após os 40 anos, entre outros exames, como o papanicolau, e que aquelas com menos de 40 anos que tenham histórico de câncer de mama na família devem comunicar a incidência ao seu médico para que sejam pedidos os exames necessários para prevenção.
“Todas as mulheres, independente da idade, devem manter em dia as suas consultas com o ginecologista e também os exames pedidos. A prevenção é essencial, principalmente para quem tem histórico familiar”.

BALANÇO
De acordo com a assessoria do Santa Marcelina, a campanha já beneficiou muitas mulheres e em sua última edição mobilizou cerca 60 profissionais do hospital. “A incidência do câncer de mama no Brasil chega a 50 mil casos novos por ano com um milhão de mortes anuais. São 50 casos para cada 100 mil habitantes. Na região leste, que possui cerca de 2,5 milhões de mulheres, a prevalência é semelhante”, ressalta o coordenador da Saúde da Mulher do Santa Marcelina, Marcos Ymayo.

Deixe um comentário

*