CANGAÍBA – Praça requer manutenção

CANGAÍBA – Praça requer manutenção

A Praça Francisco da Gama, localizada na região do Cangaíba, ganhou diversos incentivos a partir de emenda parlamentar encaminhada à Câmara Municipal pelo vereador Toninho Paiva. Com a verba, a Subprefeitura Penha instalou aparelhos de ginástica para a terceira idade, playground, bancos e mesas de cimento, além de fazer a poda das árvores, reformar o piso, colocar corrimão nas escadas, melhorar a acessibilidade e providenciar a pintura do local.

ALEGRIA

Entregues em fevereiro deste ano, as melhorias foram recebidas com muita alegria por vários moradores vizinhos. A estudante Natália Ferreira, por exemplo, disse que não tinha como levar sua filha ao local antes da reforma. A limpeza era precária, bem como as instalações e a iluminação. A falta de poda das árvores também deixava as pessoas preocupadas com a insegurança. Segundo Natália, é a única praça que tem condições de atender crianças, adultos e idosos.

RETORNO

Na última terça-feira, 13, a moradora entrou em contato com esta Gazeta para solicitar o retorno da subprefeitura ao local, já que alguns problemas voltaram a surgir. A estudante pediu que os aparelhos de ginástica fossem revisados e que os quebrados fossem consertados pois a frequência de pessoas na área de lazer é grande. Natália também sugeriu a instalação de mais lixeiras e a manutenção das existentes, por conta de alguns usuários estarem depredando as papeleiras.

Apesar de agradecerem os benefícios, moradores solicitaram a volta da varrição e limpeza

Apesar de agradecerem os benefícios, moradores solicitaram a volta da varrição e limpeza

Os espaços com areia, onde estão os equipamentos infantis, precisam ser refeitos pela Sub Penha

Os espaços com areia, onde estão os equipamentos infantis, precisam ser refeitos pela Sub Penha

FALTAM PLACAS

A reportagem também pôde notar que faltam placas de informação relativas à conservação do espaço e respeito ao uso dos aparelhos e brinquedos, principalmente na área infantil. Este semanário também encontrou lixo espalhado nos canteiros e no local cimentado, como garrafas plásticas e de vidro, embalagens plásticas e bitucas de cigarro. As caixas de areia onde estão os equipamentos infantis precisam ser refeitas. Como não existem áreas gramadas, em dias de chuva a terra está descendo para o cimento, preocupando quem caminha pelo local.

PARQUE LINEAR

Por último, os visitantes pediram para a subprefeitura retomar a varrição no espaço, pois há uma grande quantidade de folhas espalhadas pelas alamedas cimentadas. A condição está fazendo com que algumas pessoas escorreguem. Para alguns moradores, quanto melhor estiver a condição do lugar, mais eles podem evitar o deslocamento até o Parque Linear Tiquatira, que está a mais de um quilômetro de distância.

Deixe um comentário

*