Cemitério precisa de zeladoria

Cemitério precisa de zeladoria

O leitor José Roberto de Figueiredo entrou em contato com a Gazeta para relatar o que estava acontecendo no Cemitério da Quarta Parada. Ele contou, que no Dia de Finados, 2 de novembro, ele foi até o local para prestar uma homenagem aos seus entes queridos, porém ficou indignado com o que encontrou.

José disse que ao chegar ao local encontrou muito lixo acumulado e dezenas de túmulos abertos, com as ossadas expostas. “Existem histórias enterradas ali. É muita falta de respeito deixar o cemitério naquele estado”, desabafou. Ele também reclamou do estado dos banheiros, que segundo José estavam deploráveis.

De acordo com o leitor, no Dia de Finados, a quantidade de lixo acumulada no cemitério era enorme

De acordo com o leitor, no Dia de Finados, a quantidade de lixo acumulada no cemitério era enorme

Ainda de acordo com ele, a administração do cemitério alegou ter tido problemas com a coleta de lixo, e por isso o montante acumulado era maior do que o habitual.

LIMPEZA
No dia em que a reportagem esteve no local havia uma equipe de limpeza trabalhando. Mas apesar disso, foi possível perceber que a manutenção das alamedas, o recolhimento de flores e plantas mortas e a retirada de alguns materiais que se desprendem dos túmulos, como azulejos e adornos, ainda deixa a desejar.

Deixe um comentário

*