Compulsão por comida: Dietas malucas podem ser a causa

Compulsão por comida: Dietas malucas podem ser a causa

Você já notou que com a proximidade do verão as academias e os parques ficam lotados de pessoas se exercitando para exibir um corpo sarado na praia? O verão é a estação do corpo saudável e sem gordurinhas, por isso, muitas pessoas acabam exagerando e fazem de tudo para conseguir manter a forma e, apostar em dietas restritivas sem orientação médica é uma delas. “Algumas pessoas começam eliminar alguns alimentos do seu cardápio por contra própria por acreditar que esses nutrientes são os culpados pelo aumento do peso. O problema é que a maioria desses alimentos que elas deixam de comer são indispensáveis para manter a saúde”, explica o nutrólogo André Veinert.

COMPULSÃO ALIMENTAR
Na maioria dos casos, a pessoa elimina determinado alimento para perder alguns quilos e depois que atingir o seu objetivo ela volta a ingerir esse alimento de uma forma descontrolada podendo causar uma compulsão alimentar. “Comer em excesso é um distúrbio que atinge de 2% a 4% da população mundial, segundo a Associação Americana de Psiquiatria. Os compulsivos levam um tempo para sentir-se satisfeito e acabam comendo demais sem intervalos entre as refeições”, descreve o nutrólogo.

Os compulsivos não ingerem apenas alimentos gordurosos, mas sim qualquer alimento em grande quantidade.

DIETA RESTRITIVA
O nutrólogo comenta que quando a pessoa adota uma dieta restritiva o organismo leva um tempo para entender que você reduziu a quantidade de comida. “Depois de um tempo o organismo sente falta desses alimentos que são indispensáveis para manter a energia. O desejo por comer carboidratos refinados como massas, pães, doces, alimentos crocantes começa surgir e depois que você comer um pedaço surge a compulsão pelo alimento e a pessoa passa a consumir esses alimentos em grandes quantidades”, diz.

Além disso, essas dietas restritivas também causam ansiedade e estresse, o que pode favorecer para o indivíduo desenvolver uma compulsão alimentar.  “No início, a pessoa pode sentir um alívio, sensação de prazer e depois sentir culpa por ter comido demais”, revela o especialista.

VIDA SAUDÁVEL
Confira algumas dicas do nutrólogo para evitar a compulsão alimentar e conseguir manter o peso.

1) Evite ficar por longos períodos em jejum;
2) Consuma alimentos como banana, oleaginosas, leites que são ricos em triptofano, aveia, arroz, integral, vegetais e ovos;
3) Não pule os horários das refeições;
4) Pratique atividades físicas regularmente.

Deixe um comentário

*