Conheça os 8 gatilhos da azia

Conheça os 8 gatilhos da azia

Azia ocasional é uma coisa, mas aqueles que sofrem de doenças crônicas como a síndrome do refluxo ácido ou doença do refluxo gastroesofágico (DRGE)  sentem a sensação de queimação estomacal muitas e muitas vezes.

MULHERES MAIS SUSCETÍVEIS
“Embora a causa primária do refluxo ácido seja uma incompetência da válvula entre o estômago e o esôfago, os pesquisadores começam a se preocupar e a estudar mais esses casos. Um estudo norueguês revela que o número de pessoas que sofrem de refluxo ácido, pelo menos uma vez por semana, subiu quase 50%, nos últimos 10 anos. As mulheres parecem ser mais suscetíveis à doença do que os homens. Os resultados levantam a preocupação de que esse aumento no número de episódios de azia possa levar a um maior risco de câncer do esôfago, um tumor maligno raro, mas que tem aumentado sua incidência”, afirma o gastroenterologista Silvio Gabor.

GATILHOS DA AZIA
“Uma explicação para o refluxo de ácido cada vez mais comum pode ser o aumento do número de pessoas com excesso de peso e obesos. Estar acima do peso é um fator de risco para o refluxo ácido. Além disso, os padrões singulares em mulheres podem estar relacionados com a utilização da terapia de substituição hormonal (HRT)”, observa Gabor.

“Como poderíamos deter este aumento, visando prevenir problemas de saúde mais sérios? A dieta, por exemplo, sem dúvida, afeta os sintomas de refluxo ácido”, defende o gastroenterologista.

VILÕES DA AZIA
O que deve ser evitado em termos alimentares, visando prevenir a azia? Silvio Gabor organizou uma lista com os principais vilões da azia:
1) tomates: graças a um alto teor ácido, tomates não são recomendáveis para aqueles propensos ao refluxo ácido, embora o tomate seja um alimento saudável, com antioxidantes e nutrientes que protegem o coração também;
2) cafeína: a substância pode estimular a produção de ácido no estômago e a abertura do esfíncter esofágico inferior;
3) álcool: a substância aumenta a produção de ácido no estômago e pode irritar o revestimento gástrico;
4) hortelã: aromas de hortelã e menta estimulam a produção de ácido, mesmo apresentando um efeito calmante no primeiro momento;
5) chocolate: o alimento pode deixar a alma mais leve, estimulando a produção de serotonina (neuro-hormônio do amor e da união), mas a serotonina também trabalha para relaxar o esfíncter esofágico inferior, abrindo caminho para o ácido refluir para o esôfago;
6) frutas cítricas: os sabores cítricos aumentam a acidez no estômago;
7) vinagre: o tempero aumenta a acidez no estômago;
8) alho: o alho e a cebola são conhecidos por agravar o refluxo ácido em algumas pessoas.

Deixe um comentário

*