Davi: depois de dois anos, monumento símbolo do Tatuapé é lavado

Davi: depois de dois anos, monumento símbolo do Tatuapé é lavado

Na manhã de segunda-feira, dia 27 de agosto, o publicitário Mauro Silva entrou em contato com a redação desta Gazeta para informar sobre a presença de dois caminhões e cerca de dez funcionários da Prefeitura no estacionamento do Parque Esportivo do Trabalhador Anália Franco (PET).

“Tem um pessoal da Prefeitura aqui no PET e estou ligando para avisar. Costumo vir correr no parque todas as manhãs e percebi uma movimentação diferente no estacionamento. Fui perguntar a um funcionário o que estava acontecendo e ele me falou que a estátua seria lavada”, contou ao telefone o tatuapeense.

A ligação ocorreu por volta das 9 horas e informações constam que os funcionários do Limpurb (Departamento de Limpeza Urbana), chegaram ao PET por volta das 8 horas para isolar o entorno da estátua e esperar o melhor momento para iniciar a lavagem, que durou cerca de duas horas para ser concluída.

A LIMPEZA
Num processo cuidadoso, um funcionário da Prefeitura, com o auxílio de um caminhão similar ao utilizado pelo Corpo de Bombeiros, conduziu o cesto em que estava buscando o melhor ângulo para assim lançar os jatos d’água. À media em que a limpeza era realizada notava-se o quanto a Estátua de Davi estava suja e que são muitos os pontos sem pintura ou que estão escuros devido à ação do tempo.

PEDIDOS DE USUÁRIOS
Na edição de 22 a 28 de julho este semanário entrou em contato com o Departamento do Patrimônio Histórico Municipal (DPH) com o objetivo de saber quando a Estátua de Davi, localizada em frente à entrada principal do Parque Esportivo do Trabalhador Anália Franco, seria lavada novamente.

Através de sua assessoria de imprensa, o órgão informou que a escultura passaria por uma nova limpeza no dia 27 de julho. Mas, de volta ao local, na semana seguinte à data prevista, a reportagem constatou que o banho não havia sido realizado.

RESTAURAÇÃO
Sem projeto previsto de restauração, a Estátua de Davi foi lavada em 10 de maio de 2010 por equipes do Limpurb. O serviço foi providenciado pelo DPH, órgão da Prefeitura responsável pelos monumentos da cidade, e ocorreu exatamente um mês depois desta Gazeta ter publicado reclamações de munícipes sobre o estado de conservação da estátua, um dos símbolos do bairro.

Passados dois anos, moradores e usuários do PET voltaram a entrar em contato com este semanário solicitando que o monumento fosse lavado novamente e indicaram, inclusive, a necessidade de restauração da réplica da estátua original de Davi, esculpida por Michelangelo e exposta na cidade de Florença, na Itália.

SOBRE A ESTÁTUA
Atualmente no estacionamento do Parque Esportivo do Trabalhador Anália Franco, a Estátua de Davi foi executada pelo Liceu de Artes e Ofício em tamanho natural – 5 metros de altura – e originalmente implantada no interior do estádio do Pacaembu.

Após uma breve passagem pela Praça Charles Miller, a estátua foi colocada no local onde está hoje, em frente aos arcos de entrada do parque, e “inaugurada” no dia 1º de maio de 1974, como parte dos festejos pelo Dia do Trabalho.

Deixe um comentário

*