Deixar eletrodomésticos em stand by aumenta a conta de energia; veja como evitar o desperdício

Deixar eletrodomésticos em stand by aumenta a conta de energia; veja como evitar o desperdício

Nem todo mundo se preocupa ao deixar os equipamentos eletrônicos na tomada 24 horas por dia. Afinal, assim eles estão prontos para que sejam usados a qualquer momento. Entretanto, deixar em modo standy by, como é conhecida essa função, pode resultar em uma conta de luz mais cara.

É o que revelou uma pesquisa norte-americana: os consumidores deixam, em média, 65 aparelhos ligados interruptamente. Isso representa um gasto de 23% na conta de luz das casas americanas – porcentagem alta para eletrônicos que somente estão conectados na tomada.

Entre os equipamentos que mais frequentemente ficam no modo stand by nas casas brasileiras estão o micro-ondas, a televisão, o modem de internet, impressoras, ar-condicionado, celulares e carregadores de notebook. Por ficarem muitas horas sem serem usados, mas sempre ligados à tomada, o gasto em stand by desses aparelhos pode chegar a representar 10% do gasto de quando estão em uso.

Apesar da facilidade e conforto dessa função nos aparelhos eletrônicos, é um desperdício de energia. E a solução é bem fácil: tirá-los da tomada ao sair de casa ou durante as horas contínuas em que não vai usar o equipamento. Ao final do mês, essas medidas vão representar uma economia de dinheiro e, consequentemente, uma vida mais sustentável.

Outra saída, é verificar a vida útil do seu aparelho. Quanto mais velhos, mais eles consomem. E ainda, os equipamentos mais modernos são feitos para consumir menos energia, e possuem funções de economia. Um bom exemplo são os ares-condicionados. Existem diversos modelos que trazem mecanismos para reduzir o consumo durante certos períodos do dia ou da noite, de acordo com a frequência de uso. Esse é um tipo de investimento que traz economia.

Da mesma forma, atualizar outros equipamentos, como micro-ondas, televisão, carregadores de celular, entre outros, vai fazer diferença na conta. Alguns podem ainda oferecer mais eficiência no uso, e mais rapidez. A dica é pesquisar pelas últimas novidades do mercado. Para não gastar muito, basta esperar alguns meses para o preço baixar, ou pesquisar por aparelhos similares de outras marcas.

O importante é não desperdiçar energia a toa – pequenas mudanças no dia a dia já serão capaz de se refletir no bolso. O mesmo vale para quem usa equipamento elétricos para esquentar a água: diminuir o tempo de uso também vai te ajudar a cortar gastos.

Deixe um comentário

*