Dia Mundial da Psoríase – Especialistas orientam população

Dia Mundial da Psoríase – Especialistas orientam população

No dia 29 de outubro, próxima segunda-feira, é o Dia Mundial da Psoríase, doença que atinge 3% da população mundial, e é frequente entre homens e mulheres, principalmente na faixa etária entre 20 e 40 anos. Para marcar a data, a Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Estado de São Paulo, junto com especialistas do Hospital das Clínicas – USP, promoverão uma ação de atendimento no qual especialistas da área darão orientações para a população na Estação Clínicas do Metrô.

A ação visa uma melhoria na qualidade de vida dos pacientes, através do esclarecimento de questões como: de que forma identificar a doença, quais os tratamentos, como os portadores podem viver com o problema sem se isolar da sociedade, além de ajudar a reduzir o preconceito ao explicar que a doença não é contagiosa. Os dermatologistas farão o atendimento da população com distribuição de folders, materiais explicativos e orientação aos pacientes para os postos de atendimento em toda São Paulo.

O posto da Estação Clínicas do Metrô funcionará das 9 às 12 horas e para o coordenador da campanha, dr. Ricardo Romiti, responsável pelo Ambulatório de Psoríase do Hospital das Clínicas – USP, a ação é de extrema importância para a população de São Paulo: “A psoríase é uma doença comum da pele, mas infelizmente é pouco conhecida e gera muito preconceito, além do comprometimento físico dos pacientes. A psoríase pode interferir de forma importante na qualidade de vida das pessoas e o objetivo da campanha será diminuir dúvidas e esclarecer a ausência de risco de contágio, objetivando minimizar o preconceito em relação à doença”, explica o dermatologista.

O médico esclarece ainda que a ideia é que a campanha possa ajudar “O Brasil Que Ninguém Vê”, já que a psoríase é uma doença comum, mas a maioria dos portadores se escondem, não falam sobre o assunto e algumas vezes acabam até se isolando da sociedade. “Queremos resgatar esse cidadão e ajudá-lo a ter mais qualidade de vida”, finaliza dr. Romiti.

SOBRE A PSORÍASE
A psoríase é uma doença crônica da pele que afeta aproximadamente 3% da população mundial. É bastante frequente entre homens e mulheres, principalmente na faixa etária entre 20 e 40 anos, podendo também ser diagnosticada em outras fases da vida. Até hoje não se sabem os motivos causadores da doença, mas pesquisas científicas demonstram que, em 30% dos casos, o fator genético está envolvido. No entanto, estresse emocional, traumas ou irritações na pele, infecções na garganta, baixa umidade do ar ou alguns medicamentos podem aumentar ou iniciar a doença.

SINTOMAS
A doença se manifesta por lesões róseas ou avermelhadas recobertas por escamas esbranquiçadas que muitas vezes escamam e, na maioria dos casos, aparecem em várias localizações como: cotovelos, joelhos ou couro cabeludo, unhas, palma das mãos e plantas dos pés, por toda a pele e articulações (dor ou até mesmo artrite). A psoríase não pode ser adquirida pelo contato, mesmo íntimo, com qualquer portador da doença, independente do tipo.

Tratamentos: normalmente, nos casos mais leves, são prescritos medicamentos como pomadas, loções, xampus ou géis. Em casos mais avançados, são indicados sessões de fototerapia (ultravioleta com ou sem remédio), medicamentos de uso oral ou injetáveis.

Deixe um comentário

*