Dor incapacitante no ombro? Saiba mais

A capsulite adesiva caracteriza-se pelo surgimento de dor no ombro, cuja intensidade aumenta até se tornar insuportável em especial à noite. A dor deve-se à inflamação da cápsula articular do ombro, que perde a elasticidade e adere aos ossos. Por isso a doença é conhecida também como “ombro congelado”.

A causa da capsulite adesiva do ombro é desconhecida. Mas em geral, qualquer processo que leve a restrição gradual da amplitude de movimento do ombro, poderá causar contraturas dos tecidos moles e uma rigidez dolorosa. A dor e a diminuição da mobilidade sempre ocorrem como resultado do espessamento da cápsula articular. Infelizmente, a capsulite não é bem conhecida e pode ser confundida com bursite, lesão de tendão, artrose e outras doenças do ombro.

O diagnóstico inicial é clínico. Pode-se comprovar a doença com exames como raio X e ressonância magnética. O tratamento da capsulite adesiva (ombro congelado) é principalmente conservador, sem necessidade de cirurgia. O objetivo do tratamento inicial é diminuir a inflamação e aumentar a amplitude de movimento do ombro. Inicialmente o tratamento é começado por medicamentos anti-inflamatórios para aliviar os sintomas. A fisioterapia é a chave do tratamento para recuperar o movimento e a função de seu ombro. Os tratamentos são direcionados no sentido de conseguir relaxar os músculos e diminuir a inflamação. Os terapeutas usam o calor e exercícios para alongar a cápsula articular e tecidos musculares do ombro. O paciente também recebe como parte de um programa de reabilitação exercícios e alongamentos para fazer em casa. Procure sempre um especialista para mais informações.

SERVIÇO
Dra. Suelen Reis – Crefito 3/94524-F. Consultório: Rua Serra de Bragança, 1.355, Tatuapé, telefones: 3628-2125 e 3628-2129.

Deixe um comentário

*