Gripe e Dengue: qual a diferença?

Gripe e Dengue: qual a diferença?

Com o aumento no número de registros de casos de Dengue, muitas pessoas acabam confundindo os sintomas da gripe com os da doença ou vice-versa. Alberto Chebabo, infectologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica, explica algumas das diferenças.

SINTOMAS
Os sintomas da gripe e da Dengue costumam ser bem parecidos, já que ambas podem causar dor de cabeça, no corpo, no fundo dos olhos, mal-estar e febre alta. O médico explica que “a principal diferença é que a pessoa com gripe também apresenta coriza, espirros, dor na garganta, tosse e secreções nasais, o que não acontece nos infectados pela Dengue.”

O surgimento de manchas vermelhas pelo corpo também é um diferencial, pois é um sintoma típico de quem está com Dengue. “Se houver dúvidas, o paciente deve procurar seu médico para realizar os exames indicados. Atualmente, os resultados ficam prontos rapidamente, facilitando o início do tratamento.”

DIAGNÓSTICO
O diagnóstico precoce também pode evitar complicações. “Os pacientes infectados com Dengue não podem consumir uma série de medicamentos sob o risco de piora do quadro. Antitérmicos que tenham ácido acetilsalecílico e anti-inflamatórios devem ser evitados. Daí a importância do diagnóstico correto”, ressalta o médico.

AUMENTO
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade teve um aumento de 163% dos casos de Dengue nas seis primeiras semanas do ano. Comparando com o mesmo período do ano passado, segundo dados do Ministério da Saúde, houve um aumento de 139% nos casos em todo o País durante os dois primeiros meses do ano. Ao todo, foram 174,67 mil registros. Por isso procurar ajuda médica para tirar qualquer dúvida é a melhor alternativa.

Deixe um comentário

*