Indignada com o Ceret

Sr. redator:
“Eu estou indignada quanto ao mau atendimento na administração do Ceret (Centro Esportivo, Recreativo e Educativo do Trabalhador). Tentei fazer uma carteirinha para frequentar as piscinas, no dia 29 de dezembro de 2014, mas infelizmente não consegui, pois os atendentes informaram que não havia sistema.

Resolvi voltar ao local no dia 30 de dezembro de 2014. Fiquei aguardando ser atendida e percebi que a funcionária que estava atendendo não tinha a mínima experiência para fazer a carteirinha. Ela ficava pedindo ajuda para um rapaz que estava presente, pois não conseguia finalizar as informações do cadastro. Ao mesmo tempo, indagava a moça que estava aguardando sobre o porquê dela ter tantas carteirinhas do SUS.

Sinceramente, não sei se  esse procedimento é correto.

Perguntei onde estava o administrador para eu reclamar da demora do atendimento. No mesmo instante surgiu um rapaz e perguntei ao mesmo: quanto tempo iria ficar ali para fazer uma simples carteirinha?

Mostrei minha indignação e disse que iria procurar a imprensa. Diante da informação o funcionário respondeu: ‘faça esse favor’, em tom de ironia, como se não estivesse preocupado e o jornal não fosse um meio de comunicação sério. O mesmo também não quis se identificar.

Depois disso, a mesma pessoa sugeriu à outra atendente que ela fosse almoçar e me deixasse aguardando, pois não havia ninguém para substituí-la. Enfim, voltei para casa  como se tivesse saído de um pesadelo. É muito triste pensar que sairia de casa para procurar um lazer e me depararia com pessoas mal-humoradas, sem vontade de trabalhar e de atender ao público com respeito  e dignidade.”

Vera Lúcia Rachid

Deixe um comentário

*