Indústria

Após cair quatro meses seguidos, a atividade industrial se recuperou em julho e registrou aumento de 2,6% frente ao mês anterior, segundo números divulgados quinta-feira, dia 4, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Trata-se da maior alta das horas trabalhadas na produção neste ano. Em junho, a atividade industrial havia recuado 4,2% (dado revisado). “Deve-se atribuir parte do crescimento desses indicadores ao menor número de dias úteis afetados pela Copa do Mundo em julho na comparação com junho. Mesmo com o crescimento das horas trabalhadas na produção, do faturamento e do uso do parque fabril, o quadro da indústria ainda é de desaquecimento”, avaliou a CNI.

Deixe um comentário

*