‘Maria que virou Jonas’

‘Maria que virou Jonas’

Hoje, 15, às 17 horas, é a última oportunidade para assistir ao espetáculo “Maria que virou Jonas ou a Força da Imaginação”, no Sesc Belenzinho.

A peça surgiu após o ciclo leituras transvestidas, em que a Cia. Livre – de Cibele Forjaz, Edgar Castro e Lúcia Romano – trouxe à tona textos da dramaturgia universal sobre mudanças de identidade.

A peça tem direção de Cibele Forjaz e no elenco Lúcia Romano e Edgar Castro. O texto é assinado por Cássio Pires.

O mote do espetáculo nasceu da história de Marie que vira Germain, apresentada pelo filósofo francês Michel de Montaigne (1533-1592) em seu provocador ensaio “Da Força da Imaginação”. O historiador e sexólogo Thomas Laqueur (1945) reconta a fábula no livro Inventando o Sexo, no qual discute que o que se entende como sexo, as chamadas verdades biológicas, na realidade, são construções da cultura.

A peça recria o caso de Marie-Germain, habitante de Vitry, na França do século XVI, que, nascido Marie, muda de sexo e é aceito socialmente como homem. Não recomendado para menores de 16 anos. Mais informações pelo telefone 2076-9700.

Deixe um comentário

*