Mooca – Programação de setembro do Teatro Artur Azevedo

Mooca – Programação de setembro do Teatro Artur Azevedo

CHORO

A Roda de Choro proporciona, As Rodas de Choro acontecem todos os sábados, sempre às 18 horas, e as próximas apresentações serão nos dias 17 e 24. A duração é de 150 minutos, com faixa etária livre. Não há necessidade de retirar ingresso.de maneira informal, a aquisição de repertório e o encontro entre diferentes gerações. Aproxima músicos e o público do Choro, em um ambiente descontraído, e é um elemento tradicional de resistência da música popular no Brasil, no qual se aprende a forma de tocar, acompanhar, improvisar e compor o Choro.

TEATRO

“Irmãos de Sangue”, da Companhia Dos à Deux, segue com sessões hoje, domingo, dia 11, e nos próximos dias 16, 17 e 18, sendo na sexta e no sábado, às 21 horas, e no domingo, às 19 horas. O ingresso deve ser retirado uma hora antes. Preços: R$ 20,00 – inteira e R$ 10,00 – meia. Indicação etária: 14 anos. O espetáculo de teatro gestual aborda a delicada relação entre irmãos, apresentando as diferenças que superam laços familiares e expõe a enorme diversidade de sentimentos desse complexo relacionamento, explorando as diversas ambiguidades nele contidas.

MÚSICA

Luciana Oliveira se apresenta no dia 25, domingo, às 19 horas, com indicação etária livre. O ingresso deve ser retirado uma hora antes da apresentação. O show mistura o reggae, o samba e a inspiração da África em composições que empoderam a mulher, o direito à vida e a reverência à natureza. Repertórios dos discos “Pura” e “Verde do Mar” se intercalam com releituras de outras músicas com novos arranjos. Algumas letras levam à reflexão, mas no geral será um show pra se deixar levar, dançar e se divertir.

DANÇA

Brasílica Extemporâneo mostra a sua arte de 30 de setembro a 2 de outubro, sendo na sexta e no sábado, às 21 horas, e no domingo, às 19 horas. A indicação é livre e o ingresso deve ser retirado uma hora antes. Buscando a evolução de seu trabalho, a Cia. Brasílica reavalia suas origens desde a fundamentação do Método Brasílica, em Recife, aos possíveis desdobramentos teóricos e práticos do uso das danças populares como matéria-prima para a criação em dança.

A partir de indagações e atravessamentos gerados nos encontros de corpos com vivências distintas, a Cia. busca o movimento para o novo com marcas e reflexos do que foi, desenvolvendo esta obra sobre a suspensão de muitos tempos, para dar espaço ao que está por vir, ao inesperado. A Cia. Brasílica foi fundada em 2006 e atua junto às manifestações populares brasileiras no que diz respeito à pesquisa, difusão e investigação em dança, e tem a direção artística de Deca Madureira. Incentiva o estudo das estéticas populares para a formação do cidadão consciente do contexto sociocultural e histórico em que está inserido e para afirmação de novos caminhos para a dança.

SERVIÇO

O Teatro Artur Azevedo fica na Avenida Paes de Barros, 955, na Mooca. Mais informações no telefone 2605-8007.

Deixe um comentário

*