Paróquia Nossa Senhora do Bom Parto

Paróquia Nossa Senhora do Bom Parto

Com a colaboração do padre Adelino Jorge Montenegro, em 26 de maio de 1902, criava-se a Irmandade Nossa Senhora do Parto. Nessa ocasião, o citado padre insistia junto à Cúria sobre a necessidade da construção de uma capela para devoção a essa santa.

Deduz-se, pelo primeiro livro de tombo da Paróquia Nossa Senhora do Parto, que em 13 de agosto de 1904 existia uma tosca capela no terreno do senhor Francisco José Vila Nova. Chega-se a essa conclusão pelo fato de existir uma provisão para a sua benção e a realização de uma primeira missa na capela. A missa teria sido rezada pelo padre Cândido José Correia, vigário da Paróquia São José do Belém.

No dia 1º de abril de 1909, Joaquim José de Azevedo Soares e Dona Cândida, sua esposa, adquirem o terreno e a capela e a doam à Irmandade do Divino Espírito Santo da Quinta Parada, recém-fundada. Nesse terreno deveria ser construída uma nova capela devotada à Nossa Senhora do Parto.

A Irmandade do Divino Espírito Santo, responsável pela administração, iniciou suas atividades com enorme entusiasmo, pois em 25 de maio daquele mesmo ano já realizava a primeira festa do Divino. O evento, que se revestiu de enorme pompa, contou com extraordinário comparecimento de devotos. Uma grande procissão pelas ruas do bairro marcou o epílogo da festa.

A partir de 1924, a capela passou a ser administrada pela Congregação do Verbo Divino, tendo o padre Luiz Rueste na chefia. Em 26 de janeiro de 1925, o arcebispo D. Duarte Leopoldo e Silva criava a Paróquia Nossa Senhora do Parto, desmembrando-a da Paróquia São José do Belém. Em 15 de fevereiro, o padre Nicolau Simon era indicado para ser seu primeiro pároco. Em 1955, era comprada da família Azevedo Soares uma área lateral, em face da perda do terreno da praça após litígio com a Prefeitura. O edifício da nova igreja foi concluído somente em meados da década de 80.

Pedro Abarca é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo – IHGSP.

Deixe um comentário

*