Quem diria: até tu Padilha!

O “poste” parece que vai cair antes de ser colocado no buraco que o suportará nas calçadas.

Vai para casa Padilha!!! Esse era o bordão de um dos quadros cômicos de Jô Soares, fazendo alusão à necessidade de que o Padilha da época fosse para casa, pois, sua mulher estava com outro.

Parece que nem será necessário usar o bordão que certamente acompanhará Padilha na campanha, pois o ex-ministro irá para casa bem antes do esperado, porque nem ele se salva desse “mar de lama”.

O “poste” parece que não vai dar certo, nem o Lula conseguirá suportá-lo. Padilha é suspeito de ter indicado o executivo Marcus Cezar Ferreira de Moura para o Lobogen Quimica Fina, que era controlado pelo doleiro Alberto Youssef, preso desde 17 de março.

Na oportunidade, Padilha era ministro da Saúde, sendo que Youssef tentava um contrato milionário, em 2013, com o ministério.

Não bastasse esse suposto contato, indicado por Padilha, Youssef tinha contato com os petistas André Vargas, Candido Vacarezza e ainda Vicente Cândido.

É que como se diz, o exemplo vem de cima, e em cima temos Lula, Dilma, José Dirceu, Genoino etc. A escola é muito boa, os professores são de primeira.

Indagado sobre o assunto, Padilha mandou sua assessoria responder – “Repudiamos o envolvimento de seu nome com o de Youssef” e disse não ter feito indicações.

São normais essas frases, pois já estão feitas e preparadas pelos advogados do PT. Faça sempre como o marido que trai, negue até a morte, porque, no momento em que admitir, então não tem mais salvação.

Faça como o criminalista que recebe alguém que acaba de assassinar uma pessoa na rua, entra em seu escritório e diz: acabei de matar uma pessoa na rua, o senhor me defende? O criminalista lhe responde: matou não, dizem que você matou, porque se você afirmar que matou não tem como defendê-lo.

Essa sempre foi e será a postura do PT, “dizem que há suspeita de roubo e de apropriação indevida do dinheiro público, mas esta soma colocaram aí, nem sei de quem é”.

Parece que o povo está um pouco cansado disso, já está tomando consciência de toda essa irresponsabilidade e não aceita mais essas desculpas esfarrapadas.

Vejam o caso de Pasadena. Como não poderia deixar de ser, a ministra do STF, Rosa Weber, acaba de decidir pela imediata abertura da CPI exclusiva da Petrobras.

Aconselhados pelos marqueteiros, os petistas resolveram não recorrer, porque a barra já está muito suja, e tudo está refletindo na desaprovação do governo Dilma. Então é melhor enfrentar essa CPI sob a argumentação de que ela interessa à oposição, porque nem tem uma proposta de governo.

Dilma tem queda de prestígio, mas a oposição não cresce, porque, em verdade, não há candidatos. Os que aí estão não empolgam, não encantam o eleitor e a Dilma até poderá ganhar pela impotência dos adversários que ainda são piores do que ela.

Enquanto isso, nossos nobres deputados não discutem mais nada, como as reformas política e previdenciária, por exemplo. Parece que não vêm a hora de chegar a Copa para saírem de férias. Depois, caso o Brasil ganhe, eles voltam a alimentar o ufanismo de um país cheio de belezas, com pessoas amistosas e acolhedoras.

Deixe um comentário

*