Receitas caseiras podem agravar doenças na pele

Receitas caseiras podem agravar doenças na pele

Os tratamentos medicinais com produtos caseiros são muito comuns dentro da cultura popular, porém, podem agravar o problema, conforme orienta a dermatologista dra. Angélica Pimenta. “Esses procedimentos podem provocar marcas definitivas na pele, como cicatrizes inestéticas, causando grande arrependimento no paciente”.

Nos casos de queimaduras, é comum que as pessoas utilizem métodos caseiros para aliviar as dores, como passar pó de café, manteiga e clara de ovo, mas a doutora alerta que apenas é necessário passar água fria no local afetado. “O tratamento inicial deve ser feito com água corrente em grande quantidade. Após lavar o local, a pessoa deve procurar um hospital para que um médico possa avaliar a ferida e tratá-la adequadamente”, ressalta.

São utilizados também tratamentos caseiros para curar coceiras e doenças de pele, através de banhos de salmoura, bicarbonato e manteiga, o que proporciona alívio momentâneo, porém podem mascarar o problema, conforme explica a especialista.

Um exemplo de produto caseiro utilizado em tratamentos médicos é a aveia. “A aveia pode ser usada em casos mais específicos, como por exemplo, dermatite atópica, mas deve ser devidamente diagnosticada e o paciente deve ser orientado sobre como passá-la corretamente”.

DOENÇAS EXPOSTAS NA PELE

Por falta de conhecimento técnico do paciente, os tratamentos realizados em casa para a remoção de verrugas e moluscos contagiosos não são feitos de maneira correta, o que pode agravar ainda mais a situação do problema. “O tratamento ideal é a curetagem de cada lesão, realizando a retirada de todo o material viral de potencial contaminante”, explica. Deixar de lado o tratamento com agulhas quentes e linhas finas, que geralmente são utilizadas para remover essas lesões, e procurar a ajuda de um especialista é a medida mais indicada. A doutora também acrescenta que existem medicamentos, como nitrogênio líquido, que ao serem aplicados sobre as lesões eliminam totalmente os sinais. Segundo ela, procurar orientação de um profissional para prescrever medicações eficientes e acompanhar o quadro da patologia é o mais indicado para evitar manchas e cicatrizes irreversíveis.

 

 

Deixe um comentário

*