TATUAPÉ – Cabeleireiro é morto a tiros

Na última quarta-feira, dia 28, um homem foi morto, por volta das 10h30, na Travessa Anésio Collepicolo, 50, junto à Rua Emília Marengo e ao lado da Padaria Ceret. Conforme boletim de ocorrência divulgado pelo 30º DP – Tatuapé, a vitima era o cabeleireiro, de 36 anos, Luiz Fernando Garcia Ricci. Conforme o BO, Ricci estava em um veículo Ford, modelo Ecosport, branco, quando foi abordado pelo suspeito que, conforme as primeiras descrições, teria por volta de 1,75 metro de altura, pele parda e estaria de jaqueta.

VÁRIOS DISPAROS

De acordo com dados da Polícia Militar, os policiais foram chamados para atender a ocorrência após uma solicitação feita ao 190. A princípio, eles teriam ido ao local para verificar um episódio envolvendo disparos de arma de fogo. Ao chegarem ao endereço, os PMs encontraram a vítima inconsciente, caída próxima ao próprio carro, junto das vagas em 45 graus, sobre a calçada, ao lado do estabelecimento comercial. Ainda segundo o BO, o cabeleireiro estava com a cabeça voltada para o chão e ferido por diversos disparos.

HOMEM DE MOTO

Após se depararem com a situação, os policiais acionaram o resgate que socorreu a vítima, ainda viva, e a encaminhou para o Hospital Municipal do Tatuapé. Após ter dado entrada no pronto-socorro em estado grave, Ricci faleceu no mesmo dia do crime, por volta das 19 horas.
Durante uma averiguação preliminar, os policiais tomaram conhecimento de que a vítima havia acabado de sair da padaria e, ao se aproximar de seu veículo, foi abordada por um indivíduo que o aguardava em uma moto, com uma arma em punho. No mesmo instante, o homem fez vários disparos e fugiu, não roubando nenhum pertence do cabeleireiro.

INVESTIGAÇÃO

Informações do boletim também deram conta de que a vítima tomava café na padaria frequentemente antes de entrar no trabalho. O documento registrou, ainda, que Ricci morava sozinho e havia terminado um relacionamento conturbado recentemente. Conforme a delegada titular do 30º DP, Ana Lúcia de Souza, as investigações terão continuidade a partir de novas informações de testemunhas, familiares, amigos e de quem possa ajudar no caso.

Deixe um comentário

*