Tatuapé – Comédia com João Plenário

Tatuapé – Comédia com João Plenário

O deputado mais cativante da televisão brasileira, “João Plenário”, promete muitas gargalhadas na comédia “Se Meu Gabinete Falasse”, que estreou no dia 1º, no Teatro Fernando Torres, no Tatuapé, para uma temporada de três meses.

O tema, as agitações políticas do País, no cenário humorístico, é um prato cheio de piadas prontas, e “João Plenário” não escapa de ser delatado, e de soltar suas “delações”.

Saulo Laranjeira, diretor, cantor e ator protagonista da peça, é apresentador do Programa de Televisão “Arrumação”, Rede Minas – MG, que em 2017 completa 30 anos no ar. Em 2016 esteve no elenco da novela das 21 horas, da Rede Globo, “Velho Chico”, em que interpretou outro político, o prefeito Raimundo – Menestrel. Saulo tem uma linha humorística referenciada por Chico Anysio e faz parte do elenco do programa “A Praça é Nossa” há mais de 20 anos.

Para esta temporada, a comédia terá a participação da atriz e bailarina Renata Brás, há muitos anos no elenco da “Praça é Nossa” e, atualmente, fez parte do elenco da minissérie da Rede Globo, “Brasil a Bordo”.

Tuca Graça, filho de Saulo Laranjeira, além de ator e cantor, é multi-instrumentista e vocalista da banda de samba-rock “Bala de Troco”. Ronaldo Assis também faz parte do elenco da “Praça é Nossa”. A atriz Dalila de Nóbrega, de 27 anos, filha de Marcelo de Nóbrega, e neta de Carlos Alberto de Nóbrega, faz sua estreia no espetáculo. Para ela, esta será a prova de fogo, após ter estudado nas escolas Tablado e CAL, do Rio de Janeiro. Com certeza, ela será avaliada pelos dois, já que também poderá fazer parte do elenco da Praça.

O texto é de Magalhães Jr., redator do Programa “A Praça é Nossa” e do próprio Saulo Laranjeira.

Na comédia, a velha raposa do Planalto, com sua lábia, discursos ininteligíveis e respostas dúbias, provocará o imaginário do público em um cenário de lobbies, trocas de favores e rabo preso. Na trama, a sensual secretária, Ana Maria (Renata Brás), juntamente com Darci (Tuca Graça), um dos assessores do deputado, arma um esquema de sedução para enganar o deputado e apoderar-se da sua fortuna no paraíso fiscal.

A dra. Camomila (Dalila de Nóbrega), uma advogada ranzinza e histriônica, coloca o deputado na berlinda com provocações e acusações de vários delitos. Zé Rufino (Ronaldo Assis) é uma figura caricata que chega à Brasília com a incumbência de vigiar João Plenário para que ele não assedie Ana Maria que, por sua vez, é protegida do misterioso Ranufo, um político nordestino espelhado nos moldes do coronelismo, e que supostamente financiou a campanha política do deputado João Plenário.

Apresentações: sexta, às 21h30; sábado, às 21 horas; e domingo, às 19 horas. Ingressos: R$ 70,00 (inteira). Ponto de vendas on-line: www.ingressosrapido.com.br ou na bilheteria do teatro de terça a domingo, das 14 às 20 horas. Informações nos telefones 2227-1025 e 98372-5009. Endereço: Rua Padre Estevão Pernet, 588. A temporada vai até outubro.

Deixe um comentário

*