Tatuapé: Psiu e Ilume falharam

Tatuapé: Psiu e Ilume falharam

Pelo menos três órgãos deixaram os moradores do Tatuapé descontentes durante reivindicações de melhorias registradas nos Consegs do Tatuapé e do Parque São Jorge: Ilume (Departamento de Iluminação Pública), Psiu (Programa de Silêncio Urbano) e CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). Durante este ano, poucas vezes ou quase nenhuma as instituições disponibilizaram representantes para participarem dos encontros. Após muita insistência, os presidentes dos Conselhos de Segurança ainda conseguiam um e-mail para que as reclamações fossem encaminhadas de alguma maneira.

EMENDAS

No caso do Ilume, a maioria dos pedidos que apresentavam resultados estava relacionada à emenda parlamentar de algum vereador ou ao fato dos moradores criarem comissões e irem cobrar diretamente na secretaria ligada ao órgão. Já o Psiu chegou a ser considerado extinto, por não oferecer nenhum tipo de respaldo às milhares de reclamações sobre barulho. As solicitações acabaram sendo atendidas mais pela Polícia Militar do que propriamente pela Prefeitura. Mesmo para obter o apoio da então subprefeitura, agora Prefeitura Regional, na tentativa de fiscalizar os estabelecimentos irregulares, a dificuldade era grande.

COMPROMISSO

Com relação à CET, a instituição se esforçou para que seus técnicos participassem das reuniões, e a presença era praticamente contínua. No entanto, os pedidos eram anotados, mas nem sempre tornavam-se projetos. Outros sequer eram registrados e muitas pessoas deixaram de ir aos Consegs por conta disso.  A partir deste ano de 2017, os moradores esperam que os órgãos ligados à iluminação, barulho e trânsito se aproximem mais da realidade do bairro.

Diante da dificuldade criada aos fequentadores dos Conselhos de Segurança, esta Gazeta solicitou ao Ilume e ao Psiu que se posicionassem a respeito das questões, reiterando que a CET ao menos se colocou à disposição para atender às pessoas.

O OUTRO LADO

A assessoria de imprensa da Secretaria de Serviços, por meio do Departamento de Iluminação Pública (Ilume), informou que uma equipe social deste departamento participa regularmente das reuniões do Conseg em toda a cidade. Todas as demandas apresentadas nessas reuniões são levadas para o Ilume, e atendidas de acordo com as ordens de serviço. A assessoria destacou que são mais de 90 Conselhos em todo o município, tornando-se impossível acompanhar a todos, já que as reuniões, em sua maioria, acontecem no mesmo dia e horário. Conforme o Ilume, a equipe social tem como meta visitar cada Conseg uma vez no ano. No que diz respeito ao Psiu, até o fechamento desta edição o órgão não havia se manifestado sobre suas falhas.

Deixe um comentário

*