UBS TATUAPÉ – Moradores pedem atenção

UBS TATUAPÉ – Moradores pedem atenção

A UBS Santo Estevão “Dr. Woady Jorge Kalil”, localizada na Rua Antônio Camardo, 678, no Tatuapé, está apresentando problemas nas áreas estrutural, de atendimento clínico e de medicamentos.

Uma das questões está relacionada à situação do telhado na fachada do imóvel. A porta de entrada para a sala de vacinação está interditada e o espaço onde as pessoas ficavam aguardando a unidade abrir, às 7 horas, está oferecendo risco à segurança. De acordo com o morador Eribaldo Santos, o fechamento do local está fazendo com que as pessoas fiquem aglomeradas próximo à porta de entrada, em um espaço reduzido. “Quando chove, as pessoas não têm para onde ir”, completou.

MAIS IDOSOS

Outro problema, segundo Santos, está ligado ao fato da UBS não ter funcionários suficientes para oferecer atendimento à população. “O bairro está crescendo e, com ele, a população de idosos com mais de 60 anos já soma 18% de todos os moradores”, apontou.

DOIS CLÍNICOS

Mesmo assim, o morador contou que no local só trabalham dois clínicos, que atendem de segunda a sexta-feira, das 7 às 11 horas. Conforme Santos, além dos habitantes da região, os mesmos profissionais têm de dar conta de pessoas de outros bairros que vão para lá. “Se levarmos em conta a crise, que tirou várias pessoas dos planos de saúde e migrou-as para o SUS, o sistema está estrangulado, pois vários médicos já se aposentaram nos últimos anos e não foram substituídos.

Com isso, a carência da região, com relação à demanda, só aumentou. Quando alguém sai de férias ou é afastado por algum motivo a questão fica insustentável e os próprios funcionários ficam em verdadeiro pânico”, finalizou.

DENÚNCIA

Como se não bastassem esses problemas, a UBS estava sem antibióticos até a semana passada. A questão vem se tornando crônica, pois, em outras oportunidades, moradores denunciaram a falta de remédios. Em protestos anteriores, a Secretaria Municipal da Saúde afirmou que havia tido problema com o repasse dos medicamentos pelos laboratórios, porém, eram questões pontuais e seriam resolvidas o mais rápido possível.

MEDICAMENTOS

A Secretaria, cumprindo a determinação do Decreto Nº 44.829, disponibiliza a relação de medicamentos existentes nos estoques da Prefeitura e das Autarquias Hospitalares Municipais Regionais por meio do link. Caso o paciente necessite de informações mais específicas sobre os remédios ou mesmo registrar uma reclamação na ouvidoria pode buscar o link.

Deixe um comentário

*